terça-feira, dezembro 28, 2010

É preciso enfrentar

Quando pensamos que está tudo sob controle, vem a vida e muda tudo de lugar! Parece-me que já ouvi essa frase antes, e se for plágio perdão por não citar a fonte, mas nada nesse momento retumba mais na cabeça do que essas palavras. Parece que algumas situações simplesmente caem no nosso caminho, vindo do nada, para mostrar que apesar da vida ser feita de escolhas, há coisas que não podem ser mudadas e precisam ser vividas.

Estou lendo um livro no qual o autor, resumidamente, fala que tudo que passamos na vida, seja bom ou ruim – as ruins principalmente – servem para expôr nossas fraquezas e nos fazer mudá-las. Passado o fato, cabe a cada um ter a força de transformar o que há de pior em sí ou apenas lamentar as angústias. Ou seja, nada que surge na nossa frente e precisa ser enfrentado é em vão. Tudo tem o objetivo de nos fazer crescer, refletir, agir e mudar. Mudar sempre, a vida inteira, seja com 20 ou 70 anos. E o que a vida quer de nós é que mudemos para melhor.

Não é fácil admitir medos e falhas profundas e é ainda mais difícil transformá-los. Dói. Cansa. Angustia. Mas o que seria, afinal, uma vida sem superação? E, sem dúvida, a reforma íntima é a maior delas. Não é fácil sair do casulo e enfrentar o primeiro voo. É difícil crer que realmente temos asas e que elas nos sustentarão. No entanto, não arriscar é pagar o preço de nunca descobrir se realmente fomos feitos para voar.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin